domingo, 9 de novembro de 2014







A alma tem que estar nua
E o corpo transbordante

Um brilho naquele horizonte
Que migra conforme a fome

Pois, se há querer
Não me basto

Pulso


Karinne Santiago.

Um comentário:

  1. Lindo poema querida amiga e com a devida vénia o meu diálogo:
    QUERER - ACONTECER
    Pulso, pois sempre haverá algo no meu querer
    já que não me basto e quero acontecer
    com a alma nua e o corpo transbordante
    que migra conforme esta triste fome
    que no dia-a-dia me consome
    apesar de sentir um brilho naquele horizonte…tão distante !!!

    Joaquim Vale Cruz – 2014 – 11 – 14

    Nota: Diálogo com Karinne Santiago, grande amiga e poetisa
    http://poeticaria-ensaiodaspalavras.blogspot.pt/2014/11/a-alma-tem-que-estar-nua-e-o-corpo.html#links

    ResponderExcluir

Vamos poeticar?!