domingo, 15 de junho de 2014


Christian Schlóe








a saudade
se abriga numa casa
sem paredes.

Karinne Santiago.

4 comentários:

  1. Mais uma das lindas frazes por si imaginadas querida amiga e para sempre Querubim, que dá lugar a mais um dos meus poemas, como autêntica fonte de inspiração. Quanto lhe tenho que agradecer. Muito obrigado por tudo. Muitas..muitas felicidades para si e para o Vini. Beijinhos

    A SAUDADE SE ABRIGA NUMA CASA SEM PAREDES

    A saudade se abriga numa casa sem paredes
    por isso nos prende mesmo sem redes
    e nos cativa e torna prisioneiros
    é o sentimento mais doloroso deste mundo
    que nos vai rasgando e magoando até ao fundo
    destruindo nossos sonhos derradeiros

    Mas quando ela por fim desaparece
    faz lembrar um novo dia que amanhece
    e raiar dentro de nós um novo Sol
    pois a vida começa a ter um novo rumo
    e a dor lá se esvai tal qual o fumo
    e voltamos de novo a ver as cores do arrebol…

    Joaquim Vale Cruz – 2014 – 07 -01

    ResponderExcluir
  2. Querido amigo, Joaquim! Muito me orgulho desta nossa amizade replete de poesia e sublime sintonia. Obrigada pela visita. A casa é sua!!

    ResponderExcluir
  3. Linda frase... como tudo que você poetiza!

    ResponderExcluir

Vamos poeticar?!