domingo, 2 de fevereiro de 2014

Há uma vontade de não ser o que é


 Christy Lee Rogers









como poderiam as gaivotas redesenhar infinitos
se das asas se erguessem troncos a descrever sombras?

seria da pérola toda a areia
ao contrário da seda, o casulo?

a nuvem ao se fazer espuma
confundiria com salinidade a chuva?

o que seria do fim ao antecipar o acaso
algum improviso da dúvida?


Karinne Santiago

2 comentários:

Vamos poeticar?!