quarta-feira, 3 de julho de 2013

sobre solidão e inverno















Lilya Corneli



















I

a solidão chegou com pés de arame 
cercando-me de vazios e fincando desertos.

II

lembranças amareladas nas bordas
ou perfuradas por traças sorriem 

exalam das gavetas
alguns familiares traços

ah, se a memória me enganasse
ou se desprevenida a pegasse

dobraria as pontas das páginas
como quem marca no livro algo que encanta
mas a sina é entre um e outro volume


Karinne Santiago