domingo, 1 de dezembro de 2013

pois quais os desejos que não tardamos?


Malcolm Liepke


beijo-lhe mais tarde, meu amor.
assim como a noite não nos cabe
neste negro e inexato tempo

pois quais os desejos que não tardamos?

deixemos que nos esqueçamos
por qualquer romper do dia
já se faz longa a despedida

beijo-lhe mais tarde, meu amor.
quando a noite já nos seja alta
e a lua diminuta nos confunda

pois quais os desejos que não tardamos?


Karinne Santiago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos poeticar?!