quarta-feira, 13 de novembro de 2013

nunca dantes navegada- II

Jill Saitta

I

toda água é confidência
dor 
ou prazer

depois finda
rarefeita

II

pisca-me distância
astro artificial

clarão soberbo
mas seus olhos são cegos



Karinne Santiago



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos poeticar?!