terça-feira, 29 de outubro de 2013

jamais ousei tanto querer




Lili Roze

alinho os dedos num afago
tela branca traceja
suas cores em mim

por vezes, flama
impera ventanias
abre-me oceanos

noutras, contorce-me
feito o sol aos bons dias
a carícia do vento na pele

sempre, riso irrestrito
algo que renasce e preenche
sua presença comove-me

como se fosse presente
parte desse todo
que se fez em mim

Karinne Santiago

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos poeticar?!