quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Breves, porém

Lili Roze






salve as pequenas mortes nas manhãs
onde o sonho paira entre as coxas
até levitar nossos resquícios

salve as pequenas mortes nas tardes
ao luzir das louças e dentes
ou no tapete os líquidos iniciais

salve as pequenas mortes nas noites
onde prendo em gozos passados
minha pobre alma amante.

Karinne Santiago

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos poeticar?!