domingo, 21 de abril de 2013

Pão Nosso


Malcolm Liepke









a lua
como hóstia da noite

deita na escuridão
deslumbre de libertação

aos amantes, este pão
o sagrado na saliva

benfazeja aos corpos
todo reduto do prazer
até que descansem um no outro
a paz

amem!!

Karinne Santiago.

2 comentários:

Vamos poeticar?!