sábado, 9 de fevereiro de 2013

extraviaram a tristeza

Marc Chagall






seus lábios adornam meu desejo
reescrevendo conceitos

encaixam-se precisos
como este nosso querer


Karinne Santiago

2 comentários:

  1. Ah, os quereres, tão possivelmente ternos, adornos de desejos perenes.

    ResponderExcluir
  2. Adornos permanentes...

    " quanto querer cabe em meu coração?"

    ResponderExcluir

Vamos poeticar?!