segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

É a vida...(2)

Podvarko



As dores somem. O tempo esconde. Dissolvem. Diluem-se em lições. Respire. Encontre-se e preserve-se. O que quer que tenha feito é irremediável. Não morda o lábio. Não mastigue as dores. Recomece quando quiser. Mas por enquanto, recolha-se. Seja o seu próprio tempo...


Karinne Santiago

2 comentários:

Vamos poeticar?!