domingo, 13 de janeiro de 2013








Não vim falar de amor
Só queria compor uma coisa qualquer
Nem sei se será poesia ou canção de ninar
Preciso mesmo é juntar tudo que resta de mim
O que ficou esquecido atrás da porta ou debaixo do colchão

Queria mesmo fazer essa dor se movimentar dentro do peito
E quem sabe encontro a senha e desfaço esse segredo
Pois me dar demais foi o meu maior erro

Não vim chorar pitangas
Quem sabe depois dessa me apareça um sorriso
Que meus lábios exauridos estão perdendo o sentido
Pois não tenho mais nada a dizer sobre o nosso caso
E não quero ficar lembrando cheia de mágoa das nossas amarras

Queria mesmo sentar com uma caneca de Toddy
Olhar para o nada diante de mim e fingir um brinde
Mexer pra lá e pra cá o leite desmanchando o chocolate
E pensar que essa foi a minha maior viagem...


 Karinne Santiago

Foto: Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos poeticar?!