domingo, 6 de janeiro de 2013

Amoras e Amigos,


Estou encerrando o blog.

Quero agradecer o carinho, todas as leituras e comentários, enfim esse compartilhar...

O Poeticaria continuará aberto...nossa, não sei me despedir...

Grata, eternamente, grata.

Beijimm!!!

Karinne Santiago

Obs: tentei escrever uma poesia, mas não consegui...lamento.




6 comentários:

  1. Explica melhor. Desenha pra mim. Fecha, mas continua aberto?

    ResponderExcluir
  2. QUANDO A PERDA É PRESENTE

    A perda não se lamenta.
    Sofre-se a perda de forma lenta,
    tanto se impõe presente,
    quando dela esquecer se tenta,
    e nos transforma e transtorna,
    mesmo ausente.

    A perda, então, não é perda.
    No passado tendo sido,
    está no futuro presente sempre...

    Até que, belo dia, bela noite,
    sem dar-se por conta, suave
    será só lembrança,

    Saberás disso enquanto danças
    a música alegre da tua vida...
    Que breve seja essa dor, Pretinha!
    Que a abrevie e a alivie o amor.

    ResponderExcluir
  3. Aldo, meu amor (sei que posso te chamar assim)

    Posso contar um segredo?! Você sabe que já morri antes?! Mais ou menos, cinco anos atrás. Morri quando omiti a poesia em minha vida e parei de escrever. Quando um poeta silencia suas palavras, ele comete um grande crime, principalmente, contra si mesmo. E isto, não farei NUNCA mais. Digamos que minha poesia vai entrar no casulo das minhas caraminholas, pensamentos mágicos (depois te explico sobre isso, risos) e no mundo fantástico das invenções...nossa... até que um dia plim tim tiritim plim... comece a postar tudo que produzi quietinha... ok, baby?! Das minhas andanças, você é cúmplice. Beijimmmmmmmmmmmmmm

    ResponderExcluir
  4. Melhor desenho haver não poderia. Morro, também eu, uma, duas, até três vezes ao dia. Que o casulo te fortaleça e lindas asas te permitam rompê-lo, espero que em breve, para que, além dos desenhos, a tua poesia, o teu poético ser, possamos lê-lo. Guardarei o segredo esperançoso no coração. Desejo tenhas as forças do universo em luz a te proteger, guiar até que te permitam novamente voar. Beijo. Terno abraço, amor de menina.

    ResponderExcluir
  5. Olá Karinne,

    Não sei se verá esse comentário porque infelizmente está encerrando as postagens no blog, é uma pena, justo agora que descobri o seu cantinho tão aconchegante. Com toda certeza tem seus motivos para ter caminhado até aqui, o fim de um ciclo nem sempre é definitivo e triste, até porque sempre teremos a chance de prosseguir nosso caminho fazendo algo ainda maior.
    O lado bom disso tudo é que poderei voltar outras vezes para ler o encanto de sua poesia, de todas que já postou, você é brilhante!

    Agradeço sua visita no blog Menina Amora,
    És mais uma das amoras que acompanham o que escrevo e isso me deixa muito feliz.

    Que 2013 seja meio mágico para você, Ok, meio não, totalmente mágico,
    encantador, magnifico e luminoso. Felicidade a cada manhã!

    Beijos meus

    ResponderExcluir
  6. Carine, que bom tê-la por aqui!!

    Fique à vontade para ler e comentar. Sempre será bem-vinda!!!

    Beijimmm

    ResponderExcluir

Vamos poeticar?!