sábado, 15 de dezembro de 2012

nó de nós


não desatei o nó
mesmo ioiô, por vezes
o amor se mascara
refaz suas caras
em versões de sentir...

em nó cego 
marco do elo
junta duas pontas
e os destinos em laço
mostram-se em curvas

nó frouxo
só amassa a fita
liberta as pontas
em lados opostos
como duas setas
logo o metro se estica


Foto: Tatyana Druz

2 comentários:

Vamos poeticar?!