terça-feira, 20 de setembro de 2011

  




Não quero a sorte de nada tranquilo...quero inquietar...ao invés de vida cor de rosa...quero um arco-íris...


                                                        Karinne Santiago